Siga-nos nas Redes Sociais


COLUNISTAS

Bom Conselho: A história – “Criação da fazenda” parte 3

Publicado

dia:

Criada a fazenda, Manoel da Cruz Villela comanda com perfeição os escravos, as criações, a lavoura, determinando o que há de melhor. Logo surge a casa da fazenda, a Senzala, o curral, etc. O gado era criado solto no pasto, contava apenas com a marca de uma flor-de-lis, que identificava a propriedade da família.
 
escravos2btrabalhando2bno2bcaf25c325a9-2975523


Os escravos trabalhavam na lavoura nas proximidades da mata e da lagoa do Bulandim, que derramava suas águas entre as serras até desembocar no riacho lava-pés, que recebeu este nome porque os trabalhadores tinham como hábito lavar os pés quando voltavam do trabalho diário. O curioso, é que essas águas serviam para atividades domésticas, para beber e cozinhar.

wp_20150505_002-9742837
Local provável por onde passavam os escravos para a lavoura ( o riacho lava-pés ainda existe e passa aqui)

Numa de suas viagens até Pilar, antiga capital de Alagoas, Manoel da Cruz Villela conhece uma moça filha de um rico comerciante português, com quem se casou e construiu família.

 
O que se deu a partir daí…….Esse assunto veremos na parte 4.

AGUARDEM!!

Extraído do Livro Bom Conselho: Por Celina Ferro

Clique e Comente

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Siga-nos no Facebook

ÁGUA LUCINDA

INFORMATIVO ASTROTUR

Terminal Rodoviário de Bom Conselho

PROVEDOR DE INTERNET

Escritório: Rua 13 de maio - 05, centro - Bom Conselho/PE.

DECOLITUR

JB ASSISTÊNCIA TÉCNICA

RUA PARAISO,52 CENTRO BOM CONSELHO CONTATOS: (ZAP) 9.9638-9489 E 9.8166-3600

SERVIÇOS ELÉTRICOS EM GERAL

VLV ADVOGADOS ASSOCIADOS

AGENDA TELEFÔNICA

MAIS LIDAS